Home |CDOF Responde | Cadastro de Usuários | Cadastro de Consultores|


 

Sex, 18/1/13 19:41

ACADEMIA


ARTIGOS
Inscreva aqui o site de sua ACADEMIA e divulgue seu trabalho !
Academias cadastradas
Histórico das Academias
Como saber se você malha numa boa academia
Atendimento ao cliente em academias
Das reuniões ao preço justo
Enquete: Você acha correto que cobrem por direitos autorais das músicas tocadas nas academias ?
Montando uma academia em casa
Apresentando o database marketing para academias
Histórico sobre a academia e marketing
Marketing de eventos - UMA ESTRATÉGIA EFICAZ PARA ACADEMIA
Selecionar e utilizar com eficiência uma esteira em casa
Coberturas Reflexivas - Ecologicamente correto
Aula de "Running" é a boa pedida para quebrar a monotonia da esteira
Educação Física, Musculação, Academias e Mercado de trabalho - Prof. Dr. Fernando Vitor Lima - 03/2011

ARTIGOS DA WEB
Físico 'Sarado' Movimenta Mercado

PERGUNTAS E RESPOSTAS ANTERIORES
Regulamentação do Exame Médico em Academias
A obrigatoriedade do exame médico para academias
A obrigatoriedade do exame médico feito na academia
Como saber se uma academia está adequada ?
Legalidade de aplicar Termos de Resposabilidades para a prática de atividade física
Desconto no imposto de renda ao patrocinar atletas
Normas de uso da sala e dos equipamentos de ginástica
Quadros de alongamentos e para decoração de academias
Sala de ginástica/espaço fitness em condomínio e suas responsabilidades
O culto ao corpo é um modismo?
Dono de academia tem que ser formado em Educação Física ?
Recolocar os halteres no lugar apropriado após o treino na academia
Melhor vestuário para academia
Acidentes na academia
O que é preciso para montar uma academia?
Montando academia e os profissionais necessários
A academia x incidentes nas dependências
Marketing em academia de médio porte
Estrutura organizacional para uma academia de grande porte
Número de chuveiros obrigatórios em academias
Administrando Personal Trainers na academia
A contratação de funcionários em uma academia
Quantidade ideal de máquinas na musculação
A bactéria da cárie dentária sobrevive nas águas das piscinas tratadas ?
Academia só para mulheres do tipo curves e counturs
Técnica Curves (franquia)
Como montar uma Academia de Ginástica
Como fazer a coordenação técnica de uma academia
Vantagens de se ter um coordenador na musculação
Atividades físicas para crianças em academia
Quais são as atividades na academia consideradas ginástica ?
Academia com instalações inadequadas
Aderência em academia
Orçamento da academia no projeto
Métodos de tratamento de piscina para evitar corrosão
Piso ideal para uma sala de Ginástica/Yoga ?
Piso apropriado para uma Sala de Ginástica e Dança
Existe tabela de projetos e consultorias para prefeitura ?
Como melhorar o número de alunos com a mensalidade baixa?
Como elaborar o nome para uma nova academia ?
Como administrar uma academia de pequeno porte?
O contrato de matrícula tem que ter CNPJ?
Projeto de academia junto a prefeitura
Academia sem avaliação física
Ficha de avaliação para academia e testes
Enfermeiros podem fazer avaliação física ou outra função em academias?
O que é necessário para estar apta a ministrar aulas em academia?
O obejtivo do espelho na sala de ginástica
Sou licenciada em E. F. , posso abrir uma academia?
Salário para ser coordenador e responsável técnico de uma academia
O Responsável Técnico de academia e sua remuneração
Responsável técnico de academia e salário
Como fazer para comercializar um evento?
O excesso de som da ginástica atrapalhando na musculação
O professor de musculação x obrigação de realizar os alongamentos
É permitido à academia cobrar por multas e juros pelos atrasos ?
Academia "self service"
Problema no setor da ginástica e musculação
Existe taxa para o cadastro de Academia?
Questionário de pesquisa de mercado para abertura de academia

SUGESTÕES DE SITES
Revista Empresário Fitness
Instituto aleixo - Biblioteca


Academias: Estratégias para o sucesso
Academia: Estrutura Técnica e Administrativa - PEREIRA, Marinês Monteiro Freixo Pereira- Ed. Sprint Ltda. Rio de Janeiro, R. J. 1996.
Academias e Companhias
Marketing de Academia - Ed. Sprint Ltda. Rio de Janeiro, R. J. 1994 - NETO, Jurandir Araguaia Leite
Administração e Marketing nas academias
Administração e Marketing nas Academias de Ginástica Ed. Ibrasa - CAPINUSSÚ, José Mauricio
Aderência: a prática do exercício físico em academias. São Paulo: Manole, 2001. SABA, Fabio.
Gestão em Atendimento: Manual Prático para Academias e Centros... FABIO SABA FABIA ANTUNES
Liderança e Gestão: para Academias e Clubes Esportivos FABIO SABA
Qualidade Total em Academias - NOGUEIRA Écio M. , Editora Sprint
Qualidade: a revolução da administração - Ed. Marques Saraiva, R.J. 1990. DEMING, W. Edwards

 

 

 


Histórico das Academias
Luiz Carlos de Moraes

O "BOOM" DAS ACADEMIAS

    Até o início dos anos 70, academia era freqüentada por homens e a atividade oferecida era quase sempre a musculação. Esse nome surgiu até para quebrar o preconceito que existia contra o halterofilismo e ao mesmo tempo atrair as mulheres para essa atividade.
    Academia era sinônimo de homem forte. Hoje a mesma musculação começa a receber outro nome: exercícios resistidos.
A febre do bem estar físico invadindo as academias iniciou-se nos anos 80 tendo como marco a atriz Jane Fonda ao lançar o seu primeiro vídeo da série "Workout". Nascia assim o embrião da ginástica aeróbica com movimentos ainda suaves originados na dança.
    Em 1971 a professora Jack Sorensen muda os conceitos da ginástica ao criar definitivamente a dança aeróbica cujo conteúdo era montado com exercícios simples ao som de músicas enfatizando a continuidade. Até então, a ginástica localizada, uma variação da calistenia praticamente era a atividade física mais praticada nas academias depois da musculação.
    Ao ar livre crescia a febre das corridas incentivadas por Cooper e seus métodos revolucionários de avaliação de condicionamento físico. Posteriormente trazidas para dentro das academias com o desenvolvimento de esteiras elétricas com inúmeros recursos que simulam até treinamentos intervalados.
    Na musculação os filmes de Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger induzia o treinamento de força e a hipertrofia, um retorno aos anos 50.
    A ginástica aeróbica foi a responsável pela invasão das mulheres nas academias.
Em 1985 o livro "A dança aeróbica" da professora americana Barbie Allen prometia perda de 500 calorias por hora, uma nova fonte de ganhar dinheiro "pegando" no ponto fraco de quem queria perder peso.
    A professora Lígia Azevedo no Rio de Janeiro não perdeu tempo implantando na sua academia a nova modalidade acrescentando ao método Jane Fonda, saltitos. A ginástica virou mania nacional havendo inclusive competição de trios, duplas e simples. Quem não tinha essa modalidade estava fadado ao fracasso a menos que tivesse um público certo para musculação e ou lutas. Não demorou muito as contusões ligamentares e microtraumatismos por causa dos excessos de saltitos e giros começaram a aparecer. Para amenizar esse problema surgiu a aeróbica de baixo impacto substituindo os saltitos por passadas mais suaves sem os tradicionais "vôos". Um pé deveria estar no chão em qualquer passo coreográfico ou transição. Atraz disso veio a lambaeróbica, o aerodum e o street-dance com mais liberdade de movimentos corporais e mais informal, arrebanhando as pessoas que não se sentiam à vontade com a complexidade que a ginástica aeróbica havia chegado.
    No início dos anos 90 surge o steep training.
Veja neste site cdof.com.br/step.htm, http://totalsport.zip.net/colunas/moraes/ed5100.htm e http://totalsport.zip.net/colunas/moraes/ed5200.htm
    Se nos anos 70 a academia era um estabelecimento simples, hoje cresce o número as "megas academias" oferecendo as mais variadas atividades corporais. Uma espécie de "tem tudo" e uma ótima fonte de renda. A atividade de maior aderência, tanto entre os homens como as mulheres continua a ser a musculação, dados evidenciados pelo prof. Fábio Saba no livro de sua autoria "Aderência à prática do exercício físico em academias".
    A bicicleta ergométrica, a esteira, a ginástica localizada e o alongamento são as outras atividades bem cotadas. A freqüência semanal de maior percentual é de três vezes p/ semana e o tempo entre 60 e 90 minutos.
Uma das indústrias que mais crescem são as de fabricantes de equipamentos de ginástica.
    Segundo estimativas havia em 1980, 2500 academias no Rio e São Paulo. Quatro anos depois esse número chegava a 11 mil nos dois estados.

Como saber se você malha numa boa academia

   Antigamente a escolha de uma boa academia, condicionava-se à proximidade em relação à nossa casa, escola ou trabalho e algumas vezes decidida pelas condições de pagamento. Com a introdução do cientificismo no universo da atividade física os critérios mudaram para fazer essa escolha ou até mesmo de um "personal trainer" pois ao tomarmos esta decisão estamos automaticamente decidindo nossos próprios resultados.

   Segue aqui uma lista de ítens com dicas que podem ajudá-lo:

1- Modalidades variadas na academia: Este fator é importante pois você poderá variar a modalidade algumas vezes. Muitas pessoas demoram algum tempo e experimentam várias opções até encontrar uma que lhe satisfaça. Normalmente isso acontece com pessoas que estão iniciando a prática.

2- Observe o espaço físico, nas salas é importante se ter um bom espaço para acomodar os alunos sem atropelos e principalmente as salas de ginástica devem ser bem ventiladas e permitir se alcançar bebedouros de água bem próximo;

3- Atendimento na Recepção. Na recepção a atenção deve ser sempre a mais agradável, com as explicações mais detalhadas possíveis. Uma academia que não se preocupa com o cartão de visita - a recepção - talvez não esteja pronta para atender bem o cliente e lhe proporcionar os resultados desejados.

4- Profissionais/Professores :Você se consultaria com um médico que não fez faculdade? Procure saber se os professores são formados em Educação Física. O curso de Educação Física tem duração de quatro anos e é obrigatório para quem deseja ser professor. Personal trainer também é ou deve ser um professor que tenha feito faculdade. Peça comprovação na recepção das academias. Todos têm a obrigação de apresentar um documento de identificação do Conselho Regional de Educação Física (CREF).

5- Os professores devem acompanhar bem os alunos mostrando como se usa os equipamentos, manter boa postura , monitorar a frequência cardíaca e ministrar as aulas dentro de um padrão de aquecimento /alongamentos ,parte prática e resfriamento;

6-O som não devem agredir os ouvidos,permitindo ao professor dar explicações sem precisar gritar;

7- E o ambiente deve demonstrar saúde pois é terminantemente proibido fumar ou beber bebidas alcóolicas nas dependências.

Boa escolha !

Atendimento ao cliente em academias


   Hoje em dia, as academias estão esquecendo de um fator muito importante para que o seu negócio deslanche e dê muitos lucros!
   Você já parou para pensar como está o seu setor de vendas em seu negócio, ou seja, como está o sistema operacional de fundamental importância para captação de mais alunos?
   Será que aumentar o número de alunos é muito importante para você?
   Como você está encarando o nível de retenção de alunos?
   Como anda o percentual de evasão em sua academia?
   Você tem alguma técnica para fazer com que está evasão diminua?
   Como é feito o atendimento que você presta aos seus novos clientes, aqueles que estão entrando pela primeira vez e desejam comprar o seu produto? E os antigos, que já fazem parte real do seu negócio, será que o atendimento à eles é eficaz?
   Estas perguntas deveriam ser feitas todos os dias por proprietários, coordenadores e toda a equipe de professores envolvidos em um trabalho, só desta maneira poderemos estar fazendo algo para que o número de evasão diminua.
São números absurdos! Em torno de 50% dos novos alunos não ficarão nas academias por não possuírem um autogerenciamento para a prática de atividade física, e o que é pior, eles saem e não retornam mais.
   E o que está sendo feito para melhorar tudo isto?
   Precisamos estar atentos a todos estes fatos, pois para qualquer negócio, a perda de um cliente pode significar uma propaganda negativa, atingindo diretamente esta estrutura.
Em se tratando de academias, este acontecimento pode gerar um total desestímulo à procura pela prática de atividade física in door.

Fernando Fonseca e Jair Moraes
Consultores em Fitness

Das reuniões ao preço justo

  Coisa que numa empresa as pessoas chegam a ter verdadeiros arrepios é reunião... Quando sucessivamente são mau conduzidas. Como academia é uma empresa, o proprietário deve seguir normas de Marketing visando ganhar dinheiro proporcionando bem estar a todos e a organização começa com reuniões bem sucedidas com os empregados que incluem professores, faxineiros, secretárias e etc. Vamos ver como elas devem ser feitas e os procedimentos práticos para que ninguém , fique de "saco cheio" e depois fique dizendo por aí que reunião não resolve nada.
   As Reuniões - Tornaram-se sinônimo de coisa chata em função de falta de planejamento. Reunião produtiva tem técnica, hora pra começar e acabar.
1. Antes de marcar a data negocie uma em que todos possam estar presentes.
2. Distribua por escrito previamente os assuntos para que todos tomem conhecimento e já tenham uma posição definida sobre pautas a serem discutidas.
3. Pergunte a cada participante se querem falar, questionar, sugerir, colocar em votação alguma coisa e de quanto tempo precisam.
4. Distribua os tempos para cada assunto, cada participante e em seguida comunique a todos em forma de circular ou algo semelhante.
5. Durante a reunião eleja uma pessoa como controlador de tempo. Essa pessoa deverá ter autoridade e responsabilidade de não deixar os assuntos divagarem. É como se fosse uma espécie de médico da reunião com plenos poderes para intervir quando o tempo de alguém estourar ou a conversa sair do seu rumo.
6. Faça ata da reunião.
7. Encerre a reunião na hora combinada sempre com uma conclusão e faça com que todos coloquem em prática as decisões. Se não, pra que reunião?
8. Defina e faça reuniões pedagógicas separadas das de coordenação geral em dias diferentes. Nada pior do que estar numa reunião ouvindo coisas que não nos interessa e gerente que tenta ganhar tempo com a célebre frase:

    "Aproveitando essa reunião queria falar de um outro assunto"... na verdade acaba é perdendo tempo porque reunião tem um tempo "ótimo" produtivo. Assuntos fora do negociado tendem à falta de interesse mesmo das pessoas diretamente envolvidas.

Os Funcionários - Devem em primeiro lugar saber que fazem parte de uma equipe e o trabalho dos outros depende do seu, e bem realizado. Para ser bem realizado deve ser bom no que faz também, rápido e criativo. O cliente não quer saber porque o som falhou, porque o ventilador não funciona ou porque a esteira está quebrada. O chuveiro queimou deve ser consertado imediatamente. Todos devem estar integrados e saber que se a empresa afundar todos ficarão no mínimo, sem emprego e, geralmente, quem leva a pior é o empregado. Dê condições de trabalho e forneça os meios.

O Aluno (cliente) - Tem de todo jeito. O espalhafatoso, o egoísta, o tímido, o meticuloso, o "mauricinho", a "patricinha", a "dondoca" e até o chato. Tem aquele que fala com todo mundo... ou de todo mundo, o que "bota" apelido, o mau humorado, o que deixa as anilhas todas fora do lugar, o que não deixa ninguém usar o aparelho enquanto "ele" estiver usando, o "fortão" que não sai do espelho, o que julga ser forte mas não é, o que espalha a roupa no vestiário todo ocupando todas as cadeiras, o que faz a maior sujeira e até o que não toma banho. Mas são todos eles o maior veículo de propaganda da sua academia. São mais poderosos que a televisão, rádio e outros tipo de propaganda.

    Geralmente, quando alguém procura a sua academia indicada por um aluno seu, já vem com firme propósito de se matricular. Já vem convencido, já sabe o preço, quem são os professores e tudo o mais. ... O PREÇO JUSTO
Como chegar ao preço justo e fazer com que o cliente pague? Claro, com satisfação.

O Preço - Todos nós quando procuramos um produto qualquer, em primeiro lugar examinamos cuidadosamente a mercadoria, o material de que é feito e a durabilidade. Entretanto, na hora de meter a mão no bolso pensamos duas, três ou mais vezes. A instabilidade política e financeira do nosso país criou um novo hábito. O de comparar os preços por um mesmo produto. Na academia não é diferente e são muitos os concorrentes. Na hora de fazer uma análise dos seus custos e calcular o preço justo da mensalidade a ser cobrada, não podemos estar fora da média dos outros. Nada pior do que taxas disso e daquilo. O ideal é cobrar um preço fixo com todos os serviços incluídos.
Você pode até fazer algumas "jogadas" e dizer que certos serviços são de graça. Claro, o serviço está embutido. Um dos exemplos dessa prática inadequada são as avaliações funcionais.
O cliente, geralmente, faz a primeira porque está interessado em se matricular. A reavaliação normalmente é desprezada e o cliente foge dela porque morde... o bolso. Isso significa desembolsar mais quinze reais além da mensalidade normal.
Em segundo lugar em muitas academias não é feito um acompanhamento da ficha do cliente ou do tipo, duração e intensidade das aulas freqüentadas. Se ao contrário, o preço da avaliação for embutido na mensalidade e você disser para o cliente que as reavaliações são de graça, ele é quem vai lembrar e cobrar. - Está na hora de fazer avaliação!!!

   Outro ponto importante é saber qual o seu público, a sua classe de renda, e quais as academias disputando esse mercado. Se a sua academia é de porte médio e perto dela existe outra de grande porte, o seu público não é o mesmo. Agora, se você vive perdendo cliente para ela, sendo inclusive mais cara, alguma coisa está errada com o seu serviço.
Se de tudo, chegar à conclusão que o reajuste é inevitável, a técnica do noventa e nove ainda funciona. Possivelmente você perde menos cliente, por exemplo, reajustando a mensalidade para R$49,90 do que R$50,00.
Se o seu cliente é daqueles fiéis e diz claramente que vai sair porque não pode mais pagar, negocie e encontre uma fórmula inteligente atendendo aos dois lados.
Bom senso! Investir na qualidade do serviço é a melhor forma do cliente pagar, ficar satisfeito e ainda falar pra todo mundo. "É caro mas é bom". Uma pesquisa de marketing mostra que apenas 9% das pessoas deixam a academia por causa de preço contra 68% por má qualidade no atendimento e atenção. Todo mundo hoje em dia analisa o custo benefício. A Cobrança - Fazer o dinheiro do cliente sair da conta dele para a sua também exige técnica.
Em primeiro lugar estabeleça o dia que ELE quer pagar e como quer. Tem gente preferindo pagar de 15 em 15 dias porque também recebe assim. Uma boa prática é estabelecer três datas possíveis no mês tais como dia 10, 20 ou 30. Imagine o transtorno receber 300, 400 ou até mais mensalidades no mesmo dia. O cliente normalmente já chega em cima da hora da aula e ainda tem fila para pagar? Facilite a vida dele com cheque pré-datado ou boleto bancário, se ele assim preferir. Não vá tirá-lo de uma fila e colocá-lo em outra. Quer perdê-lo de vez? É fácil. Barre-o na entrada se ele estiver em atraso. O seu concorrente agradece.

Para Refletir: Não diga "sim" quando quer dizer "não". Sem rodeios ou politicagem.

Sobre a Ética - Quem é bom também tem ética profissional. Não precisa ler o código.

Um grande abraço
Luiz Carlos de Moraes

Montando uma academia em casa

   O que fazer quando temos espaço em casa e temos "horror" ao ambiente cheio das academias e clubes ?? Logo vem a cabeça a possibilidade de montar nossa própria sala de ginástica naquele espaço da casa, geralmente cheio de entulhos.
    Uma sala de ginástica requer, primeiramente um espaço bem ventilado com janela(s) ampla(s) e boa iluminação. Nada de escolher um lugar úmido, cheio de mofo e abafado. Isso é porque durante o exercício aumentamos nossa ventilação pulmonar, forçando a troca gasosa limpando nosso organismo e ao mesmo tempo, precisamos de ar fresco para minimizar os aumentos de temperatura corporal. Portanto, não vamos querer um local cheio de ácaros e fungos e pouca circulação de ar.
    Outro fator importante é o piso. Deve ser de preferência emborrachado do tipo paviflex ou ever roll. Tais tipos vão amortecer o impacto de qualquer exercício executado, quedas de acessórios, evitar derrapagens durante a execução dos mesmos e ainda tirar a friagem do local.
   Forre as paredes, ou pinte-as com cor clara que não vão cansar o ambiente e, coloque fotografias e quadros de pessoas já "malhadas" como inspiração e decoração. Coloque espelhos que consiga se ver durante a execução dos exercícios, dos pés à um pouco além da altura da cabeça da pessoa mais alta da casa. Se isso não for possível, coloque um bem no centro da área mais vazia do salão. Lá executará os exercícios com pesos livres e alongamentos.
    Os aparelhos devem ser escolhidos por um profissional da área de Educação Física para programar equilibrio dos aparelhos e adequar sua compra as próprias necessidades e orçamento dos membros da família. Assim, irá evitar problemas futuros como: adquirir unidades repetidas para um mesmo grupo muscular, aparelhos com folga ou defeito de fabricação, comprar aparelhos de má qualidade e até mesmo aqueles que "não servem pra nada" que os fabricantes colocam em liquidação no mercado do Fitness. Isso será ainda pior se forem adquiridos de "segunda-mão".
   
Componentes básicos:
Bicicleta ou esteira elétrica;
Barras e anilhas;
Halteres e caneleiras;
Corda ou Rubber band;
Colchonete;
Bastão ou cabo de vassoura cortado e lixado;
Banco para exercícios livres;
Step;
Aparelhagens específicas para exercícios de Musculação que possibilite trabalhar os principais grupos musculares do corpo .

  Depois de tudo pronto (Leia: Preciso de Exame Médico ?), caso necessário, procure um médico e seja atestado para a prática de atividades físicas e em seguida procure um profissional competente da área de Educação Física para uma avaliação física completa e prescrição de exercícios.

 

 

|::::  Cooperativa do Fitness - Todos os direitos reservados - BH - MG - Na internet desde 05/12/1999 ::::|